fbpx

como lidar com a dificuldade de integração no trabalho remoto

dificuldade-de-integracao-no-trabalho-remoto

Como a dificuldade de integração no trabalho remoto pode impactar a produtividade da sua equipe?

Garantir interação e colaboração já é uma tarefa difícil quando se está em um escritório físico, no remoto, com a equipe inteiramente distribuída e isolada em suas próprias casas, a integração fica mais difícil.

As organizações ainda estão descobrindo como desenvolver uma cultura de engajamento sólida para os times distribuídos.

Isso, porque o desligamento dos colaboradores no trabalho remoto  ou no trabalho presencial  se manifesta negativamente na equipe, influenciando na baixa produtividade e até mesmo nas relações interpessoais!

Por que a ausência de integração no trabalho remoto pode ser um problema?

ausencia-de-integracao-no-trabalho-remoto

Dificuldade de integração – A VitalSmarts entrevistou 1.100 profissionais há alguns anos e concluiu que os trabalhadores em home office  se sentiam rejeitados e excluídos.

Em 2017, a Gallup, empresa independente de pesquisa de marketing, realizou um estudo que reafirmou esta descoberta: 85% dos trabalhadores “não estavam engajados ou estavam desligados” e cerca de 43% dos entrevistados relataram trabalhar remotamente em algum momento da semana ou em algum projeto.

O relatório “State of Remote Work 2019”, realizado pelo Buffer, se preocupou em analisar as maiores dificuldades do teletrabalho . As três principais respostas foram:

Desconectar após o trabalho (22%), Solidão (19%) e dificuldade de alinhamento  (17%). Perceba que os três maiores problemas dizem respeito ao engajamento e à produtividade.

conversa-virtual-trabalho-remoto

A Gallup produziu outro estudo para determinar a relação entre engajamento, trabalho, produtividade, retenção de funcionários e percepção do cliente. Vamos ver alguns dados interessantes:

  • Colaboradores engajados têm maior desempenho nas entregas de tarefas e resultados. 
  • Organizações com colaboradores altamente engajados percebem uma redução de 41% no absenteísmo e um aumento de 17% na produtividade.
  • Os trabalhadores engajados também têm maior probabilidade de permanecer em seus cargos.
  • Organizações altamente engajadas atingem 59% menos rotatividade.

Sobre os resultados do cliente, o engajamento na equipe também afirma benefícios à organização. Em unidades de negócios altamente engajadas o alcance teve um aumento de 10% nas avaliações dos clientes e um aumento de 20% nas vendas.

Maior engajamento, maior desempenho.

maior-engajamento

 

É certo que a formação de equipes remotas tem grandes desafios que acompanham as diversas recompensas. O fato é: Não importa onde os colaboradores estejam localizados, é necessário ter a certeza de que a equipe pode ser reunida e alinhada de forma correta.

Assim, todos permanecem conectados e se engajam com as práticas e através das ferramentas disponíveis.

As organizações têm sim mais sucesso com colaboradores mais engajados e desempenhados. Colaboradores entusiasmados e enérgicos se sentem melhor em relação ao trabalho e ao local de trabalho e, consequentemente, se tornam mais produtivos. Isso já é comprovado. 

Colaboradores indiferentes ou que não se sentem motivados durante a jornada de trabalho remoto representam um risco a eles próprios e à organização. A Workana publicou um artigo sobre como tornar a automotivação uma prática diária no trabalho, vale a pena conferir! 

Colaboradores engajados tem um compromisso maior com a qualidade do que entregam

colaborador-engajado

 

Seguindo a lógica, eles ajudam a organização a melhorar o relacionamento com os clientes e obter maior desempenho no mercado.

No mesmo movimento, são os colaboradores mais engajados os responsáveis por trazer maior lucratividade à organização. Na pesquisa, as organizações altamente engajadas têm um retorno de 21% do lucro maior.

A falta de interação não influencia somente na produtividade dos colaboradores. Segundo o The Engagement Institute – um estudo conjunto do The Conference Board, Sirota-Mercer, Deloitte, ROI, The Culture Works e Consulting LLP, colaboradores desligados custam às empresas americanas até US $ 550 bilhões por ano.

Mantendo a equipe engajada, mesmo no remoto.

equipe-engajada

Isso explica a importância de focar em uma cultura que ajude a dar às pessoas o que elas precisam para desempenhar melhor na rotina de trabalho, proporcionar desenvolvimento, humanizar as relações na equipe e a esclarecer as expectativas de trabalho. 

Assim, aqui, destacamos a necessidade de tratá-los como partes interessadas, para o próprio futuro e para o futuro do negócio. É essencial, então, que o alinhamento entre colaborador e organização esteja claro e que esta, por sua vez, incentive o engajamento de seus colaboradores.

Já que sabemos que o remoto veio para ficar, separamos algumas dicas para você incentivar as interações espontâneas mesmo à distância neste texto para você impulsionar o engajamento na sua equipe remota e fugir dos desafios!

A Deskmy é o escritório virtual perfeito para times híbridos e remotos!

Comece já a desfrutar dessa nova realidade. Maior produtividade, satisfação e comunicação facilitada. Que tal iniciar agora?

Mais conteúdos

© 2021 Deskmy – Aproximando pessoas, remotamente.